A animação que virou jogo: Conheça Josh Journey.

Direto da Avenida Indie da #BGS2018, trazemos Josh Journey: Darkness Totens, um beat’em up com visual diferentão e belo.

A Avenida Indie da Brasil Game Show não parou de nos surpreender. Muitos jogos bonitos e criativos estavam presentes, e Josh Journey Darkness Totens foi mais um dos brilhantes games que chamaram atenção da nossa equipe.

Entrevistamos os desenvolvedores e eles nos contaram um pouco sobre o jogo, seu estágio de produção, a equipe e um pouco mais sobre o jogo.

Ainda em fase de desenvolvimento, o jogador pode optar por entrar nessa aventura solo ou em equipe, com até 4 players simultâneos. Segundo os desenvolvedores, a campanha solo é muito boa e jogável, mas jogar com os amigos torna o jogo mais desafiador e divertido. Ao escolher jogar em equipe, cada um pode controlar um personagem; já se você for mais do estilo “lobo solitário”, partirá para aventura enquanto os amigos continuarão no piquenique.

A produção jogo ainda está em fase inicial, o que pode acarretar em algumas mudanças na arte e na história, assim como em algumas mecânicas de suas mecânicas. Mesmo assim, a demo apresentada na BGS estava divertida e jogável, com controles satisfatórios e animações atrativas.

Josh Journey em dupla
Jogar com os amigos torna a aventura mais desafiadora e divertida

O Província Studio, estúdio por trás de Josh Journey, trabalhava exclusivamente com animações e isso contribuiu para o surgimento e desenvolvimento do game e sua arte. “Vemos hoje que optar por fazer personagens em SD (Super Deformed, popularizado nos animes) foi uma decisão assertiva, pois fornece um aspecto estético cartoon que queríamos para o jogo. Daí pra frente só deixamos a criatividade rolar, discutimos muito sobre as melhores formas de fazer cada coisa, estudamos muitos cases de sucesso tanto no Beat´em Up quanto na pegada mais indie e de peça em peça começamos a montar um produto original. Também vale ressaltar que o estúdio só produzia animações e agora ampliamos nossa produção para jogos, então é normal ver cenários, personagens e animações sendo feitas como se fosse um curta-metragem animado, como que se quiséssemos fazer uma animação ‘jogável’, um desenho animado interativo para quem está do outro lado jogando”, nos afirmaram os desenvolvedores.

Conheça a equipe:

Iuri Araújo (Direção de Animação);

Guilherme Araújo (Direção de Arte);

João Neto (Chefe de Programação),

Graciano Godoy (Programador)

Lucas de Alcântara (Artista Digital)

Gustavo Camargo (Interface Gráfica)

Bullas (Programação – Interface)

Andre Luiz Machado (Trilha Sonora)

Mauricio Ruiz (Sound Design)

Paulo de Castro (Marketing)

Freelancers:

João Henrique de Jesus Gomes (Artista Layout)

Thiago Baltar (Artista Layout)

Marcio Freitas (Artista Layout)

Lucas Pelegrineti (Animação 2D)

Ivanildo Soares (Animação 2D)

Produção Executiva: Estratos Filmes – Micael Vieira Bispo e Nivia Helenne.

E se você gostou do jogo, se interessou, curte beat’em up, um co-play local, gráficos bonitos, então, conheça Josh Journey. Visite o site, inscreva-se e ainda receba em seu e-mail um artbook digital de 46 páginas cheio de ilustrações bacanas, um trabalho caprichado e que vale a pena ser conferido. E em breve ainda teremos mais novidades sobre Josh Journey: Darkness Totens para vocês.

Confira o vídeo de apresentação do game:

Ricardo Januário

Um pouquinho geek, levemente nerd, e quando se trata de Pokémon ou Final Fantasy até me considero gamer. Sou um jornalista formado como destaque da turma, amo escrever e compartilhar meu conhecimento e informação com o maior número de pessoas, defendendo a liberdade à informação e cultura.

%d blogueiros gostam disto: