Recomendação da semana: Chernobyl

Com apenas 5 episódios, a minissérie da HBO, Chernobyl, desbancou as então consideradas umas das melhores séries pelo IMDB, Game of Thrones e Breaking Bad, tornando-se a 2ª melhor série já feita, perdendo apenas para a série de guerra Band of Brothers, também da HBO.

Criada por Craig Mazin, a minissérie inspirada no livro “Vozes de Tchernóbil”, da autora Svetlana Aliexévish mostra o acidente nuclear de 1986 causado pela explosão de um dos núcleos da Usina Nuclear Chernobyl e as atitudes tomadas pelo governo, os cientistas e os bombeiros para tentar diminuir a catástrofe radioativa que poderia matar milhares de pessoas. Além disso, a minissérie também mostra, de forma assustadora, as vítimas da radioatividade e os efeitos da radioatividade atuando em seus corpos.

“Qual é o preço da mentira? Não é que podemos confundi-la com a verdade. O perigo real é que se ouvirmos mentira o bastante, não reconheceremos mais a verdade.”

O primeiro episódio se inicia com essa frase dita pelo cientista Valery Legasov enquanto ele grava alguns áudios, os esconde e logo em seguida comece suicídio. Com isso, a série volta dois anos e começa a mostrar momentos antes da explosão de um dos núcleos da Usina, apresentando-nos alguns dos personagens que estarão presentes na catástrofe.

Chernobyl não é o tipo de série para ser vista de forma desatenta. Nela, cada momento é marcado pela agonia de ver pessoas sendo contaminadas pela radioatividade sem saber que isso irá mata-las. Além disso, também vemos a agonia dos pacientes que foram expostos e já estão no estágio final, com os corpos sendo destruídos aos poucos de forma realista e horrenda.

Além dessa agonia, também há o jogo político presente na minissérie, um dos pontos mais criticados pelos Russos, por mostrar líderes frios que mostram que não se importam com todas as mortes que seriam causadas pelo desastre.

Apesar de trazer uma grande polêmica em relação ao conteúdo apresentado, com vítimas do desastre e historiadores questionando a historicidade dos fatos, Chernobyl fez um grande sucesso pela qualidade de produção, de fotografia e por trazer uma história horripilante dramatizada de uma das piores catástrofes nucleares de forma realista em apenas 5 episódios. E você, vai perder a chance de assistir a uma das melhores séries já feitas?

%d blogueiros gostam disto: