[CRÍTICA sem spoilers] The Walking Dead 9×16 season finale

A tempestade é o final da nona temporada, feito com muito carinho, mas que ainda deixou um pouco a desejar em vista alguns finais anteriores.

[Vale ressaltar, como o nome sugere, trata-se de uma crítica SEM SPOILERS, o conteúdo a seguir reflete a opinião de seu autor. Sinta-se livre para concordar, ou discordar, total ou parcialmente, o importante é que sua opinião seja expressada com respeito e educação.]

Quando falamos em season finale em The Walkind Dead, a primeira coisa que nos vem em mente é o 6×16, quando fomos apresentados ao Negan, fora isso, é difícil lembrarmos de algo tão impactante. Embora o 6×16 tenha dividido opiniões e tenha sido muito criticado pelo gancho deixado, foi capaz de manter o hype da galera até o 7×1, quando a audiência foi às alturas, ao delírio, ao ódio, e depois disso, ao chão novamente (não que a audiência de TWD seja baixa, ou ruim, pelo contrário, muitas séries queriam ter metade dessa “audiência ruim”, mas a audiência vinha diminuindo e isso é inegável).

Este final de temporada foi bastante marcado pelo suspense. Vimos o clima de hostilidade entre o pessoal das comunidades para com a Lydia, e vimos o sofrimento da garota com essa rejeição. Tivemos ainda neve, e foi muito bem feito, além de termos o velho Eugene, sendo nerd, daquele jeito que nós gostamos de achar esnobe.

A direção de arte brilhou muito neste episódio, sem dúvidas a melhor coisa que a série nos entregou. Em seguida, as atuações. Lydia, Carol, Negan, Ezequiel, Michone, Gabriel, até os secundários e figurantes mandaram muito bem, em alguns momentos, nem parecia The Walking Dead, de tão boa a entrega.

A cota zumbi foi explorada de maneiras inéditas, uma característica que foi bem marcante ao longo da nona temporada, e foi muito legal de ver. Em alguns momentos chegou a passar a ideia de um mínimo de perigo, mas em outros, mesmo sem grandes sinais de ameça, foi divertido mesmo assim.

Algumas elipses foram utilizadas para dar celeridade à trama, mesmo assim, elas não pareceram bem aproveitadas, pois, não resolviam os problemas e pequenos furos de roteiro, principalmente na segunda metade.

Este foi um episódio que buscou suspense com final feliz, trazendo o humor típico do Negan e algumas situações minimamente surpreendentes. Além é claro, do carisma do rei Ezequiel, que sempre faz boas aparições e tem ótimos diálogos, rivalizando bem com Negan no quesito roubo de cena.

Tivemos um gancho para a décima temporada? Sim, tivemos. Talvez tenha sido o trecho que mais destoou do restante do episódio, mas, creio que tenha sido melhor assim, afinal, o 9×15 foi um episódio difícil de ser batido, precisávamos de um pouco mais de respiro depois de tudo o que aconteceu no episódio anterior, e por isso o 9×16, conseguiu agradar, por ter sido comedido e recebido u carinho especial pela produção, tanto na direção de arte, sonorização, e até a atuação do elenco. Pode não estar entre os melhores episódios da série, mas satisfaz para um final de temporada, e por isso, vale a pena assistir.

Ricardo Januário

Um pouquinho geek, levemente nerd, e quando se trata de Pokémon ou Final Fantasy até me considero gamer. Sou um jornalista formado como destaque da turma, amo escrever e compartilhar meu conhecimento e informação com o maior número de pessoas, defendendo a liberdade à informação e cultura.

%d blogueiros gostam disto: