[Crítica] Fear The Walking Dead 4×01 Season Premiere

Fan service, introdução de novas personagens e uma série de cara nova.

[Vale ressaltar, como o nome sugere, trata-se de uma crítica, o conteúdo a seguir reflete a opinião de seu autor. Sinta-se livre para concordar, ou discordar, total ou parcialmente, o importante é que sua opinião seja expressada com respeito e educação.]

Vou começar essa crítica com spoilers mais leves dos primeiros 15 minutos: Foi um tremendo fan service. Vimos Morgan no Lixão, recebendo visitinhas de Jesus, Carol e Rick. Até que ele resolve partir a pé em uma jornada (pronto, se você veio aqui pela Crítica do último episódio da oitava temporada de The Walking Dead, atrás de uma teoria do helicóptero, estou tão decepcionado quanto você). Mas, agora, chega de spoilers e vamos à crítica.

Episódio de introdução da nova temporada vinha sendo anunciado como aquele que renovaria a série. A renovação foi tanta que poderíamos até chamar a série de “Morgan, The Walker Undead”… Aparentemente livre de suas paranoias lá de TWD, mas, não é possível afirmar por enquanto, há brechas suficientes para isso.

Ao longo do episódio um elo se formou entre Morgan e as novas personagens. Tivemos cenas de ação variadas, melhor dirigidas do que as da série original. Uma direção de arte que passou a maior parte do tempo fazendo a mão coçar para ajustar a intensidade das cores do televisor, o que, para mim, foi mais um problema do que um recurso útil para narrativa, ou demonstração de algo.

Já viu alguma vez uma corrida de mancos? Então, o episódio de hoje teve isso, com uma pitada totalmente desnecessária de drama, tudo isso, praticamente para nos mostrar que Morgan estava praticando o combinado com Jesus no episódio final da oitava temporada.

Por fim, o episódio termina com um gancho para o próximo episódio, que parece ser, em conjunto com este primeiro, crucial para entendermos os rumos que a série tomará, e segundo o teaser, parece que a direção de arte, será muito diferente.

Então, Fear The Walking Dead é uma série que parece não ter agradado tanto quanto sua predecessora, porém eu estava gostando, embora a trama parecesse sempre o mesmo repeteco de a família se separar, se encontrar, separar novamente, procurar, encontrar, separar, etc… Este novo rumo que vinha sendo anunciado, parece não ser tão novo assim. Alguns sites por aí dizem que você não precisa assistir as temporadas anteriores para entender Fear a partir dessa quarta temporada, posso dizer que, com base neste episódio, realmente, não parece haver necessidade de assistir mesmo, porém, você pode se confundir um pouco com quem é vilão e mocinho na história.

Eu não vou dizer para que você não assista, porém, eu que já acompanhava a série desde o começo, senti este início de temporada meio parecido com a 7ª de TWD, só espero que ainda dê tempo de evitar que vejamos algo tão ruim acontecer com esta série que já vem sofrendo há muito tempo pela busca de melhorar sua audiência.

Ricardo Januário

Um pouquinho geek, levemente nerd, e quando se trata de Pokémon ou Final Fantasy até me considero gamer. Sou um jornalista formado como destaque da turma, amo escrever e compartilhar meu conhecimento e informação com o maior número de pessoas, defendendo a liberdade à informação e cultura.

%d blogueiros gostam disto: