Conheça Dying Light 2

Dying Light 2 terá um sistema de interação completo, que reage em vários níveis a tudo que você fizer ou escolher

Nesse exemplo do vídeo a baixo, o jogador aceita uma missão dos Pacificadores uma das várias facções que atuam na cidade, eles querem que você negocie com as pessoas que têm um suprimento de água, digamos que você escolhe seguir as ordens dos Pacificadores, depois de algumas semanas, a cidade mudará substancialmente, já que o suprimento de água permitiu aos Pacificadores trazer mais estabilidade e desenvolvimento à área, tem até água corrente para as pessoas nas ruas e isso aumenta o moral deles e possibilita que você recupere sua energia, mas sempre existe um preço a se pagar.

Os Pacificadores têm uma visão ‘inflexível’ da lei e da ordem então, as ruas podem estar mais seguras, mas também ficaram mais brutais para quem está do lado errado e vai saber, um dia isso pode incluir você.

Agora, vamos mudar um pouco a escolha, em vez de eliminá-los, você escolhe se juntar a esse grupo para oferecer água no mercado negro, como pode ver, isso acarreta consequências bem diferentes para a cidade, como a água é uma moeda preciosa isso lhe dá acesso a novos recursos e trocas, mas também atrai a pior laia de pessoas para a região, isto é apenas uma só decisão entre as centenas que terá que fazer, o efeito final disso é que cada experiência dos jogadores se torna única e eles moldam o mundo à sua volta

Confira agora o vídeo explicativo:

Dying Light 2 vai usar novo motor gráfico e a produtora Techland explicou algumas das atrações que a engine vai permitir.
Em entrevista ao site Digital Foundry, o designer chefe Tymon Smektala explicou que o C Engine possibilitará criar inimigos com moral própria regida por inteligência artificial.
Segundo Smektala, isso vai resultar em situações inesperadas, como inimigos humanos reagindo de formas intensas para não morrer em combate, seja atacando ou fugindo, por exemplo.
Além de elementos diversos para narrativa emergente, o C Engine promete trazer grandes melhorias também nos gráficos.
O estúdio garante que a versão do game para PC vai rodar a 60 frames por segundo e que essa é a meta também para as edições de console, ainda que no momento não seja possível ter certeza de que isso vai acontecer.

REI LUIS II

O que você tem, todo mundo pode ter, mas o que você é... ninguém pode ser, pense nisso!

%d blogueiros gostam disto: